Desde que a pandemia do Covid-19 tomou grandes proporções, o governo brasileiro teve que tomar medidas extremas, sendo uma delas o isolamento social da população e o fechamento de estabelecimentos. O ponto positivo é que o delivery não foi suspenso pelo governo e por este motivo, o seguimento gastronômico tem visto nele uma excelente saída. Mas, neste momento de quarentena, como incentivar as pessoas a comprar por delivery?

Uma boa alternativa é bolar estratégias para oferecer bons descontos aos consumidores.
Primeiramente, levante quais são os seus custos e qual a sua capacidade de produção diária. Com essas informações em mãos, ficará mais fácil você pensar em descontos atrativos para os seus clientes.

Agora pense que você tem um custo para manter o seu estabelecimento e que mesmo se não houverem vendas, ele permanecerá igual. Neste momento, o ideal é oferecer descontos agradáveis e fazer o seu fluxo de caixa girar para manter o seu estabelecimento em pé até que a crise passe.

Ah, e não esqueça! É melhor vender em grandes quantidades com uma lucratividade menor, do que vender poucas unidades com uma lucratividade maior. Faça esse cálculo, considerando o quanto você está vendendo nesse período sem descontos e quanto você venderia com descontos, considerando a sua capacidade máxima de produção diária.

Algumas pessoas estão aflitas por causa da economia e então, aproveite esse momento para oferecer aos seus clientes bons descontos para que eles possam continuar consumindo os seus pratos prediletos e em contrapartida, você possa continuar trabalhando e girando o seu caixa sem se preocupar com as finanças.

Fonte: https://amo.delivery/blog/descontos-como-incentivo-de-venda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui