Você vai amar experimentar estas práticas em casa.

Muitos imaginam que a gastronomia francesa é extremamente complicada. Afinal, é a culinária mais querida e copiada do mundo. Porém, o que você provavelmente não sabe é que já deve utilizar algumas técnicas francesas em sua cozinha sem nem desconfiar, pois ela é mais fácil do que você imagina.

Mise en place

Em termos culinários, esta expressão significa apresentar. A técnica consiste basicamente em arrumar, picar e deixar pré-preparado todos os ingredientes da sua receita. Pode parecer desnecessário, mas isso te ajudará a economizar tempo, ter mais organização e a usar os ingredientes e utensílios mais rapidamente.

Chiffonade

O corte Chiffonade é usado para desfiar ou picar muito finamente, em tiras muito finas, vegetais de folhas e ervas, como espinafre, manjericão ou alface. Esta técnica ajuda para que sua receita tenha uma apresentação mais organizada e apetitosa.

Flambé

Para fazer uma deliciosa receita flambada, usa-se a técnica flambé. Ou seja, alguma bebida alcoólica como rum, vinho ou licor, é utilizada na panela quente. Uma explosão faz com que o álcool seja queimado, mas que ainda passe sabor para os alimentos. Esta arte combina muito bem com peixes, carnes e sobremesas.

Roux

O roux é a base do molho branco conhecido como bechamel. Usado principalmente para engrossar molhos e sopas, o roux é feito de partes iguais de manteiga e farinha. A farinha é levada à manteiga quente e cozida para remover o sabor da farinha crua.

Confit

O confit é uma técnica de cocção que dá ao alimento um sabor delicioso e distinto. Geralmente, carne vermelha ou de frango é preparada em sua própria gordura, em fogo baixo e em tempo prolongado.

Bouquet Garni

Um bouquet garni nada mais é do que um buquê de ervas frescas. Uma mistura de ervas é amarrada e usada para adicionar sabor a pratos salgados, como sopas e ensopados, caçarolas e caldos. Depois do preparo, o buquê é retirado da receitas.

Deglaçagem

Deglaçagem é a técnica que consiste em utilizar um líquido, muitas vezes uma bebida alcoólica, para retirar do fundo da panela, assadeira ou frigideira a parte do alimento que ficou grudada.

Corte Julienne

O corte Julienne é uma habilidade de faca usada para preparar alimentos, geralmente vegetais, em pequenos retângulos uniformes, que parecem palitos de fósforo, e é usada principalmente para fins de apresentação.

Sauté

Sauté, ou saltear, é fritar levemente os alimentos rapidamente em uma pequena quantidade de gordura ou óleo quente em fogo alto, enquanto o chef sacode a panela, fazendo os ingredientes pularem – evita que os alimentos grudem e garante um cozimento uniforme.

Mirepoix

O mirepoix é uma mistura de legumes refogados, geralmente cebola, aipo e cenoura. Na Itália, esta mistura é conhecida como alho, cebola e tomate. Na China, cebolinha, gengibre e alho. Ou ainda, na França, cebola, aipo e pimentão.

Fonte: https://www.guiadasemana.com.br/gastronomia/galeria/tecnicas-da-culinaria-francesa-para-voce-incluir-na-rotina

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui